microphone-1007154_960_720.jpg
  • home-150499_1280 (1)
  • linktree_512px
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • android-icon
  • ios-logo
  • 2111624
oie_transparent.png
NOTÍCIAS DO CENÁRIO ROCK'N ROLL VOCÊ ENCONTRA AQUI!
AGÊNCIA ROCK CAPITAL
  • Rádio Rock Capital

Dia Mundial do Rock: Brasília ganha rota turística para homenagear gênero musical


Data é celebrada nesta terça-feira (13/07). No DF, para comemorar, é possível percorrer de forma presencial ou virtual 37 locais onde bandas como Legião Urbana, Plebe Rude e Capital Inicial iniciaram carreira.


O Distrito Federal passa a ter uma nova rota turística, a partir desta terça-feira (13), Dia Mundial do Rock, com apelo especial para quem gosta do ritmo. É a "Rota Brasília Capital do Rock", que reúne 37 pontos que marcaram a história do gênero em Brasília.


Pela internet, ou presencialmente, é possível conhecer os lugares onde bandas como Legião Urbana, Capital Inicial, Plebe Rude, Paralamas do Sucesso e Scalene, começaram a carreira na música. A inauguração da rota foi feita nesta terça (13/07), na Torre de TV, com um pocket show da Plebe Rude.


De decreto a rota


A "Rota Brasília Capital do Rock" foi criada por meio de um decreto assinado pelo governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB) em maio deste ano. Segundo o governo, "o objetivo principal é manter viva a memória do rock brasiliense e inspirar novas gerações".


Depois, coube à Secretaria de Turismo (Setur), à Secretaria de Economia (Seec) e à faculdade União Pioneira de Integração Social (Upis) definirem os pontos do roteiro. O mapeamento tem curadoria de Philippe Seabra, vocalista da banda Plebe Rude, e da produtora cultural Tata Cavalcante.


Entre os pontos sinalizados, estão o Parque Vivencial II, na SQS 104 Sul – quadra onde moravam os integrantes da banda Os Paralamas do Sucesso. A lista também inclui o estádio Cave, no Guará, onde ocorreu o primeiro show da Legião Urbana em Brasília, e o local onde foi realizado o evento Rock na Ciclovia, organizado pela banda Plebe Rude.


“Nos espaços da rota serão realizados eventos musicais no estilo do Porão do Rock, Picnik e o próprio Rock na Ciclovia, que contarão com a participação integrada entre bandas da época de ouro do rock brasiliense e os artistas da nova geração”, diz o GDF.

A rota dedicada aos caminhos do rock na capital federal pode ser percorrida presencialmente, ou pela internet, por meio da plataforma Google Earth. O acesso é gratuito.


Para guiar o público, a secretaria criou um documento com as curiosidades de cada ponto no mapa. O material está disponível neste link:


Confira abaixo os 37 pontos da rota:


1. Ginásio Nilson Nelson

2. Concha Acústica

3. Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha

4. Centro de Convenções Ulysses Guimarães

5. Colina – UnB

6. Cine Centro São Francisco – CLS 102/103

7. Food’s – SCLS 110/111

8. Centro Comercial da QI 11 – Lago Sul

9. Centro Comercial Gilberto Salomão – QI 5, Lago Sul

10. Comércio Local da QI 9 do Lago Sul

11. Rock na Ciclovia

12. Rampa acústica do Pavilhão do Parque da Cidade

13. QG da Plebe Rude (SHIN QI 8, Conjunto 10, Lago Norte)

14. Local do surgimento dos Raimundos (SHIS QI 9, Conjunto 20, Lago Sul)

15. Brasília Rádio Center (SRTVN, Asa Norte)

16. Apartamento de Renato Russo (SQS 303, Asa Sul)

17. Bar/restaurante Beirute (CLS 109)

18. Teatro Galpãozinho (508 Sul)

19. Teatro Nacional Claudio Santoro

20. Ermida Dom Bosco

21. Escola Americana de Brasília (EAB)

22. SQS 104 Sul

23. Bar Cafofo (CLN 407)

24. ICC Norte, palco de grandes shows de rock nos anos 1980

25. Teatro de Arena (Cave)

26. Teatro Rolla Pedra

27. Radicaos

28. Estacionamento do Estádio Bezerrão (Gama)

29. Cultura Inglesa

30. Sala Funarte (Sala Cássia Eller)

31. Gate’s

32. Sesc 913 – Teatro Garagem

33. Centro Cultural Cine Itapoã

34. Galpãozinho (Gama)

35. Esplanada dos Ministérios

36. Torre de TV

37. Porão do Rock

-:--/--:--

Documentário remonta história do rock em Brasília a partir do olhar do Legião Urbana

Na década de 1980, Brasília ficou conhecida como a "capital do rock" porque foi a cidade berço de grandes bandas da época, como Legião Urbana, Plebe Rude e Capital Inicial.


Segundo o diretor da Upis, Ruy Montenegro, "as pessoas estão esquecendo a história de um estilo musical que, mesmo com pouca estrutura, veio do entusiasmo e se fortaleceu na capital do nosso país".


"A rota vai reforçar, com a nova geração, acontecimentos importantíssimos e determinantes de uma época tão efervescente, na qual o rock explodia e alcançava o cenário nacional”, diz Montenegro.


"É uma alegria ver este projeto se materializar. Na primeira reunião de trabalho, recebemos representantes do rock, pegamos uma folha em branco e iniciamos o rascunho do projeto que hoje se concretiza", afirma o secretário de Economia, André Clemente.


Para o vocalista da banda Plebe Rude, Philippe Seabra, "o rock de Brasília é um alicerce da contestação e liberdade de expressão no Brasil, e isso tem que ser celebrado”.


FONTE: SITE G1

14 visualizações

Posts recentes

Ver tudo